Testemunhos da nossa história através da fotografia

///Testemunhos da nossa história através da fotografia

Testemunhos da nossa história através da fotografia



Intitulado Os Olhos da História, o Museu da Fotografia é um rico acervo de mais de 200 fotos que retratam e guardam as memórias de Encantado

Vinícius Flôres

Foto por Jucinara Schena

Aos amantes da arte de “escrever” com a luz, vale a pena conhecer o Museu da Fotografia, intitulado Os Olhos da História, situado na Casa de Cultura Dr. Pedro José Lahude, em Encantado, onde reúne trabalhos de fotógrafos renomados que marcaram a história da cidade através de suas lentes.

Com um acervo de mais de 200 fotos distribuídas em quadros e 50 álbuns, o museu traz aos visitantes fotografias premiadas dos mestres Hugo Peretti, Lino De Nes e Valdir Pinheiro. O público ainda poderá conferir objetos e máquinas datados de 1933, como câmeras, prensas, filmes, cubetas e ampliadores.

Além de Peretti, De Nes e Pinheiro, mais nove profissionais também têm seus trabalhos divulgados no museu. Os fotógrafos Juremir Versetti, Celso Mulinari, Marcelo Peretti, Jaime Luiz Cavalleri, Paulo Pereira, Ruthi Tramontini, Adriano Mazzarino, Eveline Giacomolli e Simone Giongo, cada qual expondo cinco fotos de tema livre, contemplam o espaço.

O Museu está aberto à visitação, de segunda a sexta-feira, pelos períodos da manhã e tarde. A entrada é franca.

Saiba mais sobre os homenageados

Hugo Peretti

A história da família Peretti com imagens iniciou-se em 1933, quando o pai de Hugo, Heitor Peretti, se entusiasmou com uma novidade que surgia na época: a fotografia. Começou fazendo fotos de fotógrafos amadores, visto que as instruções eram poucas.

Vendia a novíssima câmara fotográfica revolucionária chamada caixa Kodak e revelava os filmes, que, na época, eram em preto e branco, em processo manual, no porão de sua casa. Anos mais tarde passou os ensinamentos a Hugo, que começou a expandir o serviço.

Como único fotógrafo na região, atendia a reportagens de casamentos em todos os municípios do Vale do Taquari, sendo requisitado também para eventos em Porto Alegre.

Hugo registrou a história da cidade em seus principais eventos, bem como as festas de comunidade, aniversários, inaugurações e eventos sociais. Buscando aperfeiçoamento dos serviços oferecidos, em 1996 surge o Laboratório Fotográfico Hugo Peretti, atendendo a Encantado e municípios da região com serviço de revelação de filmes coloridos e ampliações de fotografias. Hugo nasceu em 26 de abril de 1918 e faleceu em 16 de maio de 2003, aos 85 anos.

Lino de Nes

Nasceu em Encantado no dia 2 de setembro de 1924. Desde cedo se sentiu atraído pela música, sob influência do pai, que era músico. Era intérprete de tangos argentinos. É autor de diversas canções e poesias, tendo publicado o livro Amigo Fiel. Mas foi na arte fotográfica que ele mais se destacou.

Recebeu suas primeiras lições de Hugo Peretti aos 17 anos. Conquistou 31 prêmios em exposições realizadas no Estado, no país e no exterior, como Alemanha, Itália e Venezuela. Seus trabalhos fotográficos encontram-se no Museu Municipal e em diversas residências de Encantado. De Nes faleceu em 21 de agosto de 2004.

Valdir Pinheiro

Nasceu em Encantado em 11 de setembro de 1941. Iniciou na fotografia aos 14 anos de idade tendo como mestre o fotógrafo Hugo Peretti. Montou seu estúdio em sociedade com o também fotógrafo Lino De Nes.

Dedicou-se durante décadas à arte do preto-e-branco com retoque. Pinheiro não era apenas fotógrafo, mas também químico em laboratório, esmerando-se em técnicas de revelação de filmes visando qualidade e durabilidade das imagens. Participou de concursos em âmbito regional, estadual e nacional, os quais lhe conferiram vários prêmios. Valdir afirmou que na fotografia, mais importante que a máquina é quem está atrás dela.

Por ocasião do 70º aniversário de emancipação de Encantado, compôs a música do samba-enredo da Escola de Samba Bando da Lua, intitulado O Imigrante Encantado, em parceria com Gino Ferri (letra), ficando em segundo lugar entre as dez apresentadas. Pinheiro faleceu em 9 de outubro de 2006.

By |2009-02-02T00:00:00-02:00fevereiro 2nd, 2009|Sem categoria|Comentários desativados em Testemunhos da nossa história através da fotografia

About the Author: