Ilópolis tem o primeiro e único Santuário do mundo dedicado a São Paulo

///Ilópolis tem o primeiro e único Santuário do mundo dedicado a São Paulo

Ilópolis tem o primeiro e único Santuário do mundo dedicado a São Paulo

foto

Quarta-Feira de Cinzas, dia que marcou o início da Quaresma e da preparação para a Páscoa.
Por isso, hoje a dica de turismo do Portal Região dos Vales é voltada para o turismo religioso.

O município de Ilópolis tem o primeiro e único Santuário do mundo dedicado a São Paulo. Em 1º de janeiro de 1998, a Paróquia São Paulo Apóstolo de Ilópolis foi elevada a Santuário por decreto concedido pelo Bispo Emérito Dom Sinésio Bohn e em 2002, o próprio Papa realizou a doação de uma de suas vestes religiosas: uma casula e uma estola. As vestes estão expostas na Capela de São João Paulo II, dentro do Santuário São Paulo Apóstolo. Além disso, os visitantes ainda podem apreciar uma réplica do Santo Padre.

No local, as pessoas recebem graças e crescem espiritualmente. É um lugar sagrado e de devoção que acolhe todos os povos, raças e culturas. São Paulo foi o maior missionário e apóstolo formador de comunidades cristãs do mundo.

“O Santuário São Paulo Apóstolo tem sido local de peregrinação, aumentando a cada ano o número de visitantes, que tem a possibilidade de receber bênçãos ou mesmo contemplar a beleza sacra do local, que conta com obras de arte importantes para a compreensão da evangelização. Em virtude disso, ao se preparar para receber os turistas, Ilópolis se beneficia com o aquecimento do setor turístico, que por sua vez, estimula o crescimento econômico da cidade, explica a Secretária de Turismo, Desporto e Lazer, Ariana Helena Maia Cittolin.

Ilópolis integra o Roteiro Turístico Caminho dos Moinhos e a Rota da Erva-Mate. Conheça o Santuário e se sinta acolhido pelo município. As visitações podem ser feitas de segunda a domingo, das 8h às 17h.

Quem foi São Paulo Apóstolo?
São Paulo Apóstolo nasceu na cidade de Tarso da Cicília, Ázia Menor, no ano 10 da era cristã e morreu mártir pela fé por volta do ano 68 da nova era. Filho de Judeus, da tribo de Benjamim, foi educado na tradição judaica pelo mestre Gamaliel. São Paulo foi um Judeu convertido por Jesus Cristo, uma vez que trocou os desejos desta vida para aceitar os desejos divinos, sendo guiado por Deus a ponto de dizer: “O meu viver é Cristo”. Ele foi enviado para evangelizar os Gentios e é considerado o maior missionário e apóstolo formador de comunidades cristãs e evangelizador de toda a humanidade.

São Paulo percorreu vários países da Ásia e da Europa, anunciando Jesus Cristo e convidando à conversão. É por isso que, excluídos os quatro evangelhos, a maior parte dos livros bíblicos do Novo Testamento fala da atividade de São Paulo, incluídas aí as suas cartas.

Para guardar a memória deste grande apóstolo, muitas pessoas levam o nome de Paulo em suas certidões de nascimento e alguns Papas adotaram o nome de “Paulo”. Outros adotaram o nome de Paulo junto ao de João, passando a se chamar de Papa João Paulo. Um deles foi São João Paulo II, canonizado pelo Papa Francisco em 2014.

São João Paulo II
Karol Josef Wojtyla nasceu no dia 18 de maio de 1920, em Wadowice, na Polônia. Aos 8 anos de idade, órfão de mãe, muda-se para Cracóvia com o pai e depois, em 1938 começa a frequentar a faculdade de Letras e Filosofia, tendo a oportunidade de aprender 13 línguas diferentes, nove das quais usaria extensivamente no futuro como Papa.

Em plena 2ª Guerra Mundial, na clandestinidade, cursou seminário, tendo sido ordenado Padre em 1º de novembro de 1946. Estudou dois anos em Roma, retornando após esse período para a Polônia, onde lecionou na Universidade Católica de Lublin, sendo sagrado Bispo auxiliar de Cracóvia aos 38 anos. Participou ativamente dos trabalhos do Concílio Vaticano II e, em janeiro de 1964, com apenas 44 anos, foi nomeado arcebispo. Em 1967, aos 47 anos, recebeu a nomeação de Cardeal.

Após a morte de João Paulo I, os cardeais reunidos em conclave, elegeram-no Papa no dia 16 de outubro de 1978. Assumiu o nome de João Paulo II e, em 22 de outubro, começou solenemente o Ministério Petrino. Seu pontificado foi um dos mais longos da história da igreja, durando quase 27 anos. João Paulo II foi incansável em propor a todos a alegria de encontrar Jesus Cristo e, mesmo sofrendo as sequelas do atentado que quase o matou, em 1981, somadas aos sintomas da doença de Parkinson, sempre deu testemunho de sua fé em Deus.

João Paulo II morreu no dia 02 de abril de 2005 e por conta de um milagre atribuído a sua intercessão, a cura do mal de Parkinson da Irmã Marie Simon – Pierre Normand, foi beatificado em 1º de maio e 2011. Em 27 de abril de 2014, a missa de canonização foi celebrada pelo Papa Francisco, tendo o Papa emérito Bento XVI, sido o concelebrante e nesta data é concedido o estatuto de santo a João Paulo II, que passa a ser conhecido então como Santo João Paulo II.

Foto: divulgação

By |2015-02-19T13:13:55-02:00fevereiro 19th, 2015|Sem categoria|Comentários desativados em Ilópolis tem o primeiro e único Santuário do mundo dedicado a São Paulo

About the Author: