FIQUE INFORMADO

Cicloturismo no Vale do Taquari terá cinco rotas

Trajetos somarão aproximadamente 700 quilômetros

O Vale do Taquari deverá ter, até o próximo ano, cinco rotas de cicloturismo conectando todas as suas microrregiões. O projeto será implementado com recursos da Consulta Popular. A formatação do projeto foi construída a muitas mãos. O cicloturismo foi a proposta vencedora da Consulta Popular, no fim do ano passado. A partir daí, a Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (Amturvales) iniciou encontros, envolvendo todas as cidades do Vale, para definir quais seriam e por onde passariam as rotas. Conforme o presidente da Amturvales, Leandro Arenhart, o processo também teve colaboração de ciclistas e cicloturistas, que fazem trajetos na região e também já percorreram rotas de bicicleta no Brasil e no exterior. “São eles que conhecem e ajudaram a fazer um mapeamento. Formatamos rotas menores, saindo das microrregiões de Arvorezinha, Cruzeiro do Sul, Dois Lajeados, Fazenda Vilanova e Lajeado. Todas com destino ao Cristo Protetor do Vale do Taquari, em Encantado. As rotas terão entre 130 e 150 quilômetros e poderão se conectar”, afirma Arenhart. Os cinco trajetos somarão cerca de 700 quilômetros, que estarão sinalizados com placas, além de um painel por município, com respectivo mapa, trajeto, QRCode com informações sobre o que o município oferece e indicações de empreendimentos que estão no entorno e podem ser visitados. Além da Amturvales e da colaboração dos ciclistas, o plano de trabalho tem o envolvimento da Uergs, Emater, Sebrae, Univates e Codevat. “Também nos reunimos com todos os municípios, tivemos participação de prefeitos, secretários de turismo, conselhos municipais de turismo e empreendedores”, reforça. Recursos O projeto Cicloturismo recebeu 2.535 votos e foi o vencedor da Consulta Popular no Vale do Taquari em 2021. A região receberá R$ 943 mil do Governo do Estado para executar o projeto que busca o fortalecimento do cicloturismo regional. “Esperamos que este recurso venha ainda este ano para que possamos colocá-lo em prática, com a ajuda da empresa que será responsável por todas as questões técnicas”, observa o presidente da Amturvales.

Embora não utilizemos cookies próprios, nosso site integra funcionalidades de terceiros que acabarão enviando cookies para seu dispositivo. Ao prosseguir navegando no site, estes cookies coletarão dados pessoais indiretos. Recomendamos que se informe sobre os cookies de terceiros.

Leia nossa política de privacidade.