FIQUE INFORMADO

Acelera Turismo é lançado na microrregião do G-7

Lançamento ocorreu nesta tarde, em Poço das Antas

O ano de 2022 representa um marco para um dos setores de maior potencial econômico do Vale do Taquari. Depois de seis meses de planejamento, identificação de oportunidades e soluções - e muita troca de ideias entre os diversos parceiros da iniciativa -, representantes dos municípios de Paverama, Westfália, Colinas, Fazenda Vilanova, Teutônia, Imigrante e Poço das Antas foi lançado o Programa Acelera Turismo nos municípios do G7. O lançamento ocorreu nesta quinta-feira (03/02), na Prefeitura Municipal de Poço das Antas. O programa, que tem o apoio da Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (Amturvales), será realizado ao longo dos próximos 12 meses. Neste primeiro momento, a iniciativa terá um caráter estruturante, no qual os parceiros - tanto do âmbito público quanto privado - irão conceber planos de desenvolvimento para o turismo de cada município. Para o presidente da Amturvales, Leandro Arenhart, o Acelera Turismo vem para unir ainda mais a região. "O turista não sabe onde ficam as divisas entre os municípios. Precisamos trabalhar em conjunto e atender bem. O turista quer ver coisas bonitas e ter experiências gastronômicas", ressalta. O programa está baseado em seis pilares centrais: as estruturações dos Conselhos Municipais e dos Planos Municipais de Turismo de todas sete cidades participantes; ações de conscientização da comunidade; embelezamento das cidades (infraestrutura, sinalização turística, dentre outros pontos); fomento ao crédito; comercialização do destino, e qualificação das empresas e da mão de obra. O objetivo da iniciativa é acelerar o desenvolvimento turístico na microrregião por meio do apoio aos municípios, qualificação dos empreendimentos, mão de obra e envolvimento da comunidade, tornando-se uma microrregião de referência no Vale do Taquari. A expectativa é que, a partir de fevereiro de 2023, as primeiras entregas do programa cheguem ao consumidor final na forma de pacotes e roteiros. “Além do planejamento e estruturação, teremos ações práticas como a revitalização e remodelagem de espaços públicos, pontos turísticos e obras de mobilidade urbana.”, relata o analista de articulação de projetos do Sebrae RS, Diego Zenkner. Segundo ele, outro ponto importante será a capacitação de pessoas. “É um trabalho que passa pela sensibilização das comunidades. São elas que, em última análise, atendem às pessoas que visitam a região e assim podem exercer um atendimento diferenciado”, explica. A sinergia entre parceiros é outro destaque do programa. Além do Sebrae RS, são parceiros da iniciativa Sicredi, Amturvales, Univates, Uergs, Senar, Senac e Emater. O programa conta ainda, neste primeiro momento, com a aceleração de 60 empreendimentos da microrregião, como atrativos turísticos privados rurais e urbanos; empreendimentos gastronômicos, meios de hospedagem e agências de viagem. Com um orçamento de mais de R$ 500 mil, o programa conta com apoio financeiro do Sicredi Ouro Branco que será responsável pela aquisição de placas de sinalização turística para os sete municípios.  

Embora não utilizemos cookies próprios, nosso site integra funcionalidades de terceiros que acabarão enviando cookies para seu dispositivo. Ao prosseguir navegando no site, estes cookies coletarão dados pessoais indiretos. Recomendamos que se informe sobre os cookies de terceiros.

Leia nossa política de privacidade.