Setur faz balanço de 2011

///Setur faz balanço de 2011

Setur faz balanço de 2011



Com o objetivo de projetar o turismo gaúcho ao mais alto patamar de competitividade, com vistas à Copa de 2014, a secretaria de Estado do Turismo traçou um plano de trabalho que começou a ser colocado em prática em 2011. A intenção é fazer com que o Rio Grande do Sul seja reconhecido como um destino turístico consolidado no Brasil e na América do Sul.

Em meio aos desafios propostos pelo governo, a Setur assumiu o protagonismo da retomada do turismo como instrumento para o desenvolvimento econômico, político, cultural e social do Estado. Para isso, estabeleceu relações institucionais com outros países e organizações internacionais e o Mercado Comum do Sul (Mercosul) e relações bilaterais que visam a transferência, em caráter não comercial, de conhecimentos técnicos e experiências bem sucedidas no setor de turismo com diversos países, em especial com o Mercosul.

Entre as principais ações deste tipo, a secretaria firmou um intercâmbio com o governo do Uruguai para conhecimento técnico na qualificação de policiamento turístico, assinou um termo de cooperação e intercâmbio étnico cultural, universitário, turístico e empresarial entre a prefeitura de Ijuí e as Intendências de Oberá (Argentina), Encarnación (Paraguai), Cerro Largo e Colônia de Sacramento (ambas no Uruguai).

Outra proposta de cooperação, intercâmbio cultural, universitário, empresarial, de infraestrutura e de questões de Fronteira foi firmadaentre a Associação dos Municípios do Planalto Médio do Rio Grande do Sul (Amuplam) e a “Comissión de Desarrollo Estrategico de Municípios de Misiones” (Codeim), na Argentina, além da cooperação para constituição de roteiros integrados e constituição de centros de atenção ao turista, integrados com Uruguai e com a região de Maldonado (Uruguai).

Fora da América do Sul, a Setur assinou termos de cooperação técnica com o Turisme de Barcelona para planejamento e constituição do Consórcio Turístico da Região Metropolitana de Porto Alegre, com a Empresa Pública ParquExpo, de Portugal, para a troca de experiência no Projeto Estratégico de construção do Centro de Eventos da Região Metropolitana de Porto Alegre e com a TACA AIRLINES para qualificação do fluxo aéreo Porto Alegre- Lima.

Outras ações da Setur:

Ao longo do ano, a secretaria operou com informações e estudos turísticos, visando trabalhar a informação como ferramenta estratégica, tanto no que se refere à gestão programática para decisão dos investimentos junto aos destinos e aos mercados internos e internacionais quanto ao funcionamento da cadeia produtiva.

Com base nisso, firmou um convênio no valor de R$ 4 milhões com o Ministério do Turismo para o Sistema Estadual de Informações Turísticas, vinculado a construção ou requalificação de onze Centros de Atenção ao Turista na fronteira com Argentina, Uruguai e na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Outra iniciativa foi o Estudo de Competitividade do Turismo Gaúcho, através de convênio com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), onde a SETUR iniciou a avaliação da oferta turística nos diversos meios, em nível regional e microrregional. Além disso, estreitou relações com a Fundação de Economia e Estatística (FEE) para pesquisas sobre o impacto do turismo na sociedade gaúcha e com as Instituições de Ensino Superior para que contribuam, com estudos e pesquisas, a fim de auxiliar no desenvolvimento da política estadual do turismo.

Já na qualificação dos equipamentos e serviços turísticos, a secretaria buscou parceiros para promover a qualidade dos produtos turísticos do Estado, sistematizando o conjunto de normas e incentivando a certificação e a qualificação referentes à prestação de serviços e equipamentos turísticos. As principais ações da Setur foram: assinatura de termo de cooperação técnica com a Faders para PPDs e PPAHs e com a FACCAT para qualificação no turismo em atendimento a PPDs e PPAHs e atividade articulada com o Ministério Público e Secretaria de Políticas para as Mulheres para o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes.

Ainda se seguiram o relançamento e qualificação em conjunto com a AD Costa Doce do Roteiro dos Caminhos Farroupilhas, realização em parceria com a SEDAC dos Festejos Farroupilha na cidade de Piratini, lançamento em conjunto com o Comitê de Comemoração dos 260 anos do Povoamento Açoriano da Programação dos Festejos para 2012, projeto de Fomento ao Turismo em Parques Nacionais e Entorno tem como eixo indutor o desenvolvimento e a integração dos Parques Nacionais. Coordenado pelo MTUR, inclui o parque Aparados da Serra e participação transversal, em conjunto com a Secretaria do Meio Ambiente, na Câmara Regional Temática Meio Ambiente e Sustentabilidade, no projeto Parques da Copa.

Conferência Estadual

Contribuir para o desenvolvimento econômico e social, promover o turismo nas regiões possibilitando a redução das desigualdades regionais, melhorar a qualidade de vida da população local e consolidar o turismo como forma de cidadania e inclusão social apontaram para a necessidade realização da 1ª Conferência Estadual do Turismo.

Após seis meses de discussões nas onze regiões turísticas do Rio Grande do Sul, com mais de dois mil participantes, a Conferência teve como finalidade, envolver a sociedade gaúcha para no debate acerca da política estadual do Turismo.

As Conferências Regionais contaram com representantes de diversos segmentos da sociedade gaúcha, elegendo mais de 500 delegados para a etapa estadual, ocasião na qual puderam elaborar, sistematizar e apresentar propostas marcadas pela discussão sobre a política do Turismo.

Além disso, foram realizadas cinco conferências temáticas de segmentos turísticos que reuniram mais de 400 participantes, contando com a presença de inúmeras autoridades e pesquisadores que aprofundaram o debate.

O conjunto desses debates estabeleceu as diretrizes para a elaboração do Plano Diretor do Turismo 2012-2015: implantar o sistema de gestão do turismo no Rio Grande do Sul, preparar o Rio Grande do Sul para captar e realizar grandes eventos, aumentar a competitividade das microrregiões turísticas, posicionar o produto turístico no mercado nacional e internacional, fomentar o empreendedorismo, a inovação e a qualificação.

Comissão Permanente do Codesul- Turismo Brasil Sul

Esteve a cargo da secretária do Turismo, Abgail Pereira, a coordenação da Comissão Permanente do Codesul- Turismo Brasil Sul, integrada pelos Estados do RS, SC, PS e MS e o BRDE, O grupo de secretários reuniu-se seis vezes durante 2011, finalizando ações organizacionais, tais como a estruturação do regimento interno, processo de criação da marca promocional da Comissão Turismo Brasil Sul- CTBS, delineamento de nove roteiros integrados e planejamento estratégico com foco na elaboração, fortalecimento e estruturação do produto turístico.

A CTBS atua de forma articulada, cumprindo o papel para fortalecer o Turismo Brasil Sul como produto turístico integrado frente ao Fornatur, Embratur e Ministério do Turismo. A CTBS avançou na estrutura executiva da Comissão que passará a operar do Codesul- PR, dando suporte para a execução do Planejamento Estratégico 2012-2014, bem como a continuidade dos trabalho da Comissão após este ciclo.

Promoção e apoio à comercialização

A promoção do turismo teve como conceitos estratégicos a consolidação da imagem do Estado e a diversificação dos produtos turísticos para os mercados interno e externo. Com o Programa de Desenvolvimento do Turismo, que previa participação de eventos de cunho estadual, nacional e internacional com a finalidade de comercializar o produto turístico gaúcho, a Setur totalizou um investimento de R$ 1.123.976,62, que proporcionaram a realização de 37 eventos no Estado e 16 de caráter nacional e internacional.

Fonte – Setur

By |2011-12-27T00:00:00-02:00dezembro 27th, 2011|Sem categoria|Comentários desativados em Setur faz balanço de 2011

About the Author: