Rota da Erva Mate tem tudo a ver com roda de chimarrão

///Rota da Erva Mate tem tudo a ver com roda de chimarrão

Rota da Erva Mate tem tudo a ver com roda de chimarrão



Tudo o que uma boa roda de chimarrão proporciona a Rota da Erva-Mate tem. O roteiro turístico tem muita beleza para admirar e muitos assuntos para comentar. Formado pela união de dez municípios da região alta do Vale do Taquari, no percurso o turista vai admirar paisagens naturais emolduradas entre vales e morros, em um clima com frio intenso no inverno, calor ameno no verão, no outono e na primavera a temperatura é agradável e bem característico. Tudo isto aliado a saborosa gastronomia italiana,muita cultura, arte e hospitalidade e as pessoas sempre prontas para servir um bom chimarrão. Também são características a arquitetura, elementos religiosos, as festas típicas e as agroindústrias familiares que processam os produtos coloniais típicos da culinária interiorana.

A presença de ervais e indústrias ervateiras dão o feitio a Rota da Erva-Mate, um excelenteproduto turístico. O roteiro, formatado pelaAssociação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (Amturvales) é integrado por dez municípios: Encantado, Doutor Ricardo, Anta Gorda, Ilópolis, Arvorezinha, Putinga, Relvado, Nova Bréscia, Itapuca e Coqueiro Baixo. Conforme a coordenadora do roteiro, as cidades estão preparadas para receber os visitantes, oferecem boa infraestrutura e qualidade de atendimento e serviços. “Este roteiro tem muitas particularidades. A visita poderá ser feita em cada cidade ou circular por toda região. O visitante vai ter muito para conhecer e apreciar”, afirma a coordenadora do roteiro, a turismóloga Lizeli Bergamaschi.

A Rota da Erva-Mate contempla um conjunto de atrativos num raio de aproximadamente 80 quilômetros, seguindo pela rodovia RS-332 que serpenteia os morros proporcionando emoção e vistas belíssimas.Em uma ponta está Encantado, com o Memorial do Santo Sudário, e no outro extremo está a pequena Itapuca com a tranquila vida de cidadezinha do interior. No trajeto estão as simpáticas e hospitaleiras cidades, que fazem o turista sentir-se viajando pela Itália. Em Doutor Ricardo tem a Gruta Nossa Senhora de Lourdes; também em Anta Gorda tem uma gruta no Distrito de Itapuca. Em fevereiro, na festa em homenagem a padroeira, os dois locais atrame milhares de devotos.

O complexo do Museu do Pão é parada obrigatória em Ilópolis. Em Arvorezinha tem a igreja do morro. Nova Bréscia é a Capital Brasileira da Mentira e em Coqueiro Baixo os capitéis são a prova da devoção aos santos padroeiros. Relvado ganhou fama por causa do churrasco e em Putinga, a terra do meteorito, tem a deslumbrante paisagem e a tranquila vida interior.

Contato para agendamento de visitas:

Imitur Viagens e Turismo

Fones: (51) 3754-1112/ (51) 8122-0498

imitur@imitur.com.br ou www.imitur.com.br

Texto: Deolí Graff

Foto: Flávia Tomasini/Ricardo Augusto Fornari

Matéria publicada no dia 27 de maio no Jornal O Informativo do Vale – Variedades página 8

By |2011-05-27T00:00:00-03:00Maio 27th, 2011|Sem categoria|Comentários desativados em Rota da Erva Mate tem tudo a ver com roda de chimarrão

About the Author: