Linha de crédito financia R$ 200 milhões para empresas de turismo

///Linha de crédito financia R$ 200 milhões para empresas de turismo

Linha de crédito financia R$ 200 milhões para empresas de turismo



Rio de Janeiro (08/06/09) – Os ministros Luiz Barretto (Turismo) e Carlos Luppi (Trabalho e Emprego) anunciaram na manhã desta segunda-feira (8), no Forte de Copacabana (RJ), o início das operações da linha de crédito especial Giro Setorial Turismo. A partir do dia 15, R$ 200 milhões do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) estarão disponíveis nas agências bancárias da Caixa Econômica Federal para financiar o capital de giro de empresas do setor de turismo. O pré-requisito para acesso ao crédito é estar regularmente cadastrado no Cadastur, sistema eletrônico do Ministério do Turismo que identifica prestadores de serviços do setor no país.

Micro, pequenas, médias e grandes empresas poderão tomar empréstimos de até R$ 5 milhões, a serem pagos no prazo máximo de três anos, com período de carência que pode chegar a 18 meses. O objetivo é pulverizar os recursos e atender o maior número de empresas.

Com a medida, o Ministério do Turismo cria um ciclo de incentivo às viagens e à qualificação dos serviços turísticos no país. Conforme o ministro Luiz Barretto, a linha de crédito é um aporte complementar que estimula também a geração de empregos no setor, juntamente com o recém-lançado Crediário Caixa Fácil para o Turismo, linha de financiamento para a compra de pacotes de viagens. “Nada mais importante que ofertar crédito num momento como este. De um lado, está o financiamento para o turista, e agora, o apoio financeiro para as empresas. Com mais recursos para capital de giro, os empresários ganham mais segurança para conduzir seus negócios”, disse o ministro.

A parceria dos ministérios reforça a idéia de trabalho conjunto pela Copa do Mundo de Futebol 2014, sinalizou o ministro Carlos Luppi. Para o Mundial, diversos projetos serão viabilizados para o setor de serviços e, especialmente, para segmentos de alta produtividade como o turismo. “Este é um setor estratégico para o crescimento do país, uma verdadeira vocação brasileira. É impressionante como em todo o lugar o turismo gera trabalho. Isso porque tem potencial e é estruturado por políticas públicas consistentes”.

O financiamento terá taxa de juros efetiva pós-fixada de até 2,8% + TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo) ou taxa de juros pré-fixada de até 8,5% ao ano. De acordo com o Codefat (Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador), esses encargos são o teto, podendo, ainda, sofrer redução. Ao confirmarem adesão à linha de crédito, as empresas se comprometem a gerar ou manter empregos, sob pena de ter o vencimento antecipado do contrato de financiamento.

Segundo Fábio Lenza, vice-presidente da Caixa Econômica Federal, “a taxa de juros reduzida é uma demanda do empresariado do país. O momento da economia requer iniciativas que contribuam com as empresas e alavanquem o setor”, avaliou.

Cadastur -É um sistema eletrônico para cadastramento de prestadores de serviços turísticos e guias de turismo no país. Atualmente, conta com 38,2 mil nomes regulares em seu banco de dados. Quase 12 mil cadastros são de agências de turismo, 5,46 mil da categoria dos meios de hospedagem e mais de 10 mil identificam-se como transportadoras turísticas. O registro é feito gratuitamente pelo site www.cadastur.turismo.gov.br.

Atualmente, Tocantins, Sergipe, São Paulo, Santa Catarina e Roraima, Rondônia, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro e Piauí são os estados da federação com maior número de empresas cadastradas no sistema.

Fonte: Ministério do Turismo

By |1970-01-01T01:00:00-03:00janeiro 1st, 1970|Sem categoria|Comentários desativados em Linha de crédito financia R$ 200 milhões para empresas de turismo

About the Author: