G-8 discutiu turismo na região

///G-8 discutiu turismo na região

G-8 discutiu turismo na região



Com exceção de Arvorezinha, os prefeitos e scretários de turismo que fazem parte do G-8 estiveram reunidos no dia 28/04, terça-feira, em Ilópolis.

No encontro que teve a presença do presidente da AMTURVALES Rafael Fontana, o prefeito de Anta Gorda Vanderlei Moresco, idealizador do grupo, salientouque os 8 municípios que integram o G-8 almejam progredir em termos de turismo, destacando que a região possui um excelente potencial, mas que não está preparada para receber turistas. “Não é o turista que está preparado para vir para cá, quem não está preparado com infraestrutura e qualificação para receber os turistas somos nós”, falou Moresco.

Venderlei também ressaltou que não dá para falar em turismo sem falar em AMTURVALES. “Na verdade são vocês que são gestores do turismo, são vocês que estão tentando organizar o turismo em nossa região. Por isso estamos aqui para ouvir o que a AMTURVALES tem em mente em termos de turismo para nossa região”, falou.

Comentou ainda que Ilópolis foi escolhido para este primeiro encontro por estar a um passo a frente nesta área, referiu-se ao Museu do Pão e o Caminho dos Moinhos. Já Rafael Fontana comentou que esta foi reestruturada para que possa ser fomentadora do turismo, primeiro para ganhar credibilidade frente aos municípios e então consiga ter condições de dar continuidade ao trabalho no que se refere ao turismo.

No entanto, Rafael salientou que para se obter o avanço neste setor se faz necessário a união e comprometimento de todos os municípios e que principalmente se faz necessários que os recursos destinados nesta área aumente. “Não tem como imaginar que vamos começar ou continuar um trabalho na área do turismo sem ter recursos” falou, ressaltando também que de forma conjunta, os municípios precisam definir um plano e quanto cada município pode investir no turismo.

Ao falar sobre a arrecadação mensal da AMTURVALES, Fontana disse que não passa dos R$ 4 mil por mês. “Turismo com quatro mil por mês não sai do chão. Por isso o que propormos é que se faça um convênio entre os municípios, que se veja quanto é preciso ser investido e que este valor seja dividido entre as prefeituras” ressaltou.

Sugeriu que cada prefeitura depositasse mensalmente uma média de RS mil reais por mês em um fundo em conjunto com as oito prefeituras, e que esses recursos forem bem aplicados, o turismo daria um grande salto.

Neste dia também ficou acertado que o próximo encontro do G-8 acontece dia 29 de maio em Nova Bréscia.

Fonte: Jornal ECO Regional, 30/04/2009, quinta-feira.

Foto: Juremir Vesetti

By |2009-04-15T00:00:00-03:00abril 15th, 2009|Sem categoria|Comentários desativados em G-8 discutiu turismo na região

About the Author: